sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Nota informativa

Olá a todos os que vão seguir as filmagens do novo documentário através do blogue.
Este é o 5.º documentário que estou a realizar. Até agora dos 4 já realizados estará na vossa memória o meu último filme "Os Últimos Moínhos" vencedor de uma Menção Honrosa atribuida pelo Júri da Lusofonia no Festival de Cinema Ambiental - Cine´Eco 2009.
Desta vez, decidi escolher como tema a importância dos lanificios no desenvolvimento do Concelho de Seia e da própria região da Serra da Estrela uma vez que abordaremos este assunto também na Covilhã, Gouveia e outras localidades da Serra. Estudar o seu aparecimento, o auge e o declinio a que estas indústrias e esta área estiveram sujeitas. Do ponto de vista social e económico ninguém tem duvidas que as empresas que por aqui foram criadas contribuiram de forma muito significativa para o aumento da população residente, o aparecimento de outras formas de negócio e comércio, o aumento das construções, o desenvolvimento do nosso Concelho. Mais que um documentário que ficará para a história já era tempo de homenagear através da sétima arte os empresários e os operários que trabalharam anos e anos nesta indústria. As Freguesias do Concelho de Seia (Seia, S. Romão, Loriga, Vodra, St.ª Marinha, Vila Cova...) vão aparecer neste filme, sendo esta também uma forma de as divulgar do ponto de vista turistico nos festivais de cinema que esperamos venham a passar o filme já em 2011. Acompanham-me nesta aventura o Nuno Pinheiro meu Assistente de Realização neste doc o qual será responsável pelo trabalho fotográfico, criação e manutenção do blogue oficial e da página no facebook. Além dessas responsabilidades NP andará no terreno também a investigar sobre o tema fornecendo informações relevantes para a história. Marta Correia, Jornalista estará na recolha de informações e investigação cientifica sobre o tema, fazendo parte também dos entrevistadores. Estes serão os meus colaboradores mais directos sendo que há mais pessoas a trabalhar neste documentário. A partir de agora é a partir daqui que vamos informando tudo sobre o desenvolvimento deste doc e contamos com as vossas sugestões e comentários sobre esta matéria.

4 comentários:

joão Carreira disse...

Muitos Parabéns! É uma excelente ideia, para além de ser uma homenagem a tantas gerações da(s)nossa(s) região/terras que dedicaram a vida à lã e aos lanifícios. Uma marca tão profunda que marca ainda as alcunhas das pessoas, por exemplo "Tó Pisoeiro" ou "Abílio Cardeira" entre tantos e tantos outros espalhados por várias localidades e profissões. Homens que marcaram até os lugares, hoje temos a zona dos "Leitões" e o "Poço e a Ponte do Zé Lages", em Loriga. Loriga, apenas como um pequinino exemplo, pois certamente há do mesmo em várias terras nos arredores de Seia. Apesar de ter terminado, julgo que o 'site' da Beirã, poderá ser uma pequena ajuda na pesquisa de todo um enorme acervo de temas sobre a indústria em causa. Recomendo ainda, em Loriga, uma visita à Fábrica da Redondinha, onde se conserva muito do ambiente de uma fábrica de laníficios.
Muito Obrigado e votos de um excelente trabalho,

João Carreira

Pinhas disse...

Agradecemos o comentário, assim como a dica. Se o tempo ajudar iremos a Loriga este fim-de-semana.

Rotiv disse...

Não falta aqui o concelho de Manteigas??
Ao longos dos tempos esta industria teve uma enorme importância na vida das pessoas locais e mais recentemente com o fecho da Sotave, a vida mudou...a Vila mudou!
Porém, existem projectos na Vila, mais pequenos, mas importantes!
Podem visitar:
http://www.ecolaportugal.com/
http://www.saberesefazeresdavila.pt/burel/
Força no projecto e espero que Manteigas faça parte dele!
Abraços
http://obloguedosmanteigas.com/

Pinhas disse...

ROTIV, agradecemos a visita e a divulgação no teu blog.
Continua acompanhar-nos...

Quanto às sugestões, agradecemos e muito possivelmente vão fazer parte do documentário!